Portal do Governo Brasileiro

 


Março Lilás Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Alunas do campus Serra Talhada são premiadas durante a 12.ª edição do Prêmio Naíde Teodósio

Duas estudantes do campus Serra Talhada foram premiadas durante a 12.ª edição do Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero. As alunas do curso técnico integrado em Logística, Bárbara Mirely dos Santos Lima e Emily Carvalho Barbosa Ângelo Souza, foram finalistas na modalidade Redação do Ensino Médio e participaram da cerimônia de premiação realizada no dia 30 de novembro, no auditório do Museu Cais do Sertão, no Recife. A solenidade contou com a participação do governador de Pernambuco, Paulo Câmara, e da secretária Estadual da Mulher, Ana Elisa Sobreira, além de representantes da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia de Pernambuco (Facepe).

 

Durante a cerimônia de premiação, as estudantes Bárbara Lima (à esquerda) e Emily Souza (à direita) foram distinguidas pela qualidade dos seus trabalhos

Com o título "O preconceito e a discriminação de raça e gênero no Brasil: um problema histórico-social", a redação escrita pela estudante Bárbara Lima foi considerada uma das melhores da sua categoria, assim como o texto elaborado pela sua colega de curso, Emily Carvalho, que dissertou sobre o tema "Mulher? Sim. Cientista? Porque não?!". Para elas, o resultado obtido foi bastante significativo e ambas destacam o incentivo que receberam dos seus professores para participarem do concurso.

"Conheci o prêmio Naíde Teodósio por meio dos meus professores do Ensino Médio, Alane Luma, de Língua Portuguesa, e Cícero Muniz, de Sociologia. Gostei da proposta e decidi escrever acerca da temática ‘raça e gênero’, com ênfase na desigualdade e discriminação histórica-social que as mulheres negras enfrentam no Brasil”, explica Bárbara. Sobre a sua participação na cerimônia de premiação, a estudante comenta: “foi um prazer conhecer representantes importantes do estado envolvidos e, não menos importante, trabalhos de estudantes e professores tão pertinentes sendo valorizados e premiados".

Em seu trabalho, Emily procurou problematizar “a predominância do gênero masculino em faculdades e ambientes de trabalho das áreas de exatas e ciências, e o fato de que, quando se encontram mulheres nesses ambientes de trabalho, elas geralmente estão nos cargos mais baixos, apesar de o gênero feminino ter um resultado acadêmico melhor do ensino fundamental ao superior”. “O objetivo principal do texto é mostrar que, a partir do momento em que a situação citada anteriormente acontece, há algum problema e que esse tem uma solução que deve ser discutida e levada a sério”, argumenta Emily.

Sobre o prêmio

O Prêmio Naíde Teodósio de Estudos de Gênero tem por objetivo estimular a produção crítica de conhecimentos sobre as relações de gênero, contribuindo para a promoção dos direitos das mulheres em sua diversidade, por meio da produção de textos, pesquisas, estudos e projetos que busquem contemplar as dimensões de classe social, raça, etnia, geração e orientação sexual das mulheres em Pernambuco.

Confira aqui o resultado final da 12.ª edição do Prêmio Naíde Teodósio.

Campus Serra Talhada

 

  • Rodovia PE 320, KM 126, Zona Rural
    Caixa Postal 78 | Serra Talhada/PE - Brasil
  • cst.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br