Portal do Governo Brasileiro

 


Link acesso a Informação Link Facebook Link Instagram  Link Twiter

Projeto Bora Sertanejar, do IFSertãoPE Campus Floresta, apoia empreendimentos com potenciais turísticos do Sertão de Itaparica para desenvolvimento nas áreas financeira, tecnológica e de marketing

Desenvolver consultorias para pequenos negócios de turismo no Sertão de Itaparica, além de promover o turismo na região, esse é o objetivo principal do projeto de extensão “Bora Sertanejar”, desenvolvido pelo IFSertãoPE Campus Floresta e que está atendendo gratuitamente 06 empreendimentos das cidades de Itacuruba, Belém do São Francisco, Floresta, Carnaubeira da Penha e Petrolândia.

 


Visita da Equipe de Consultores do Bora Sertanejar ao Balneário Som das Águas, em Petrolândia - PE

De acordo com o coordenador do projeto, professor José Emanuel Marinheiro, a atuação consiste na oferta de consultorias personalizadas para os objetivos e necessidades de cada empreendimento, nas áreas de administração financeira, administração de marketing e tecnologia da informação, planejamento e implantação de planos específicos para cada empresa. Uma grande equipe é responsável pelo apoio aos empreendedores, além do coordenador atuam ainda uma gerente, dez consultores, três orientadores técnicos e três mentores. 


Reunião do Coordenador do Bora Sertanejar com gerente e consultores do projeto, no IFSertãoPE Campus Floresta

A loja de Raimundo Bagaceira, comércio muito conhecido pelos moradores de Floresta e região, é um dos empreendimentos que participam do projeto Bora Sertanejar. No local a diversidade de produtos que podem ser encontrados e a expertise da família em atender é o que chama a atenção. São produtos voltados para agropecuária, peças em barro e alumínio, eletrônicos, peças e equipamentos diversos, compre e venda de móveis e eletrodomésticos, além de artesanato sertanejo,  tornando o comércio também um ponto cultural e de potencial turístico.

 A loja de Raimundo Bagaceira é um dos estabelecimentos mais conhecidos de Floresta-PE (Foto Nandinho de Raimundo)

De acordo com Nandinho de Raimundo, filho do proprietário, o comércio familiar que tem à frente Raimundo Bagaceira é administrado com o apoio da esposa, dona Lurdes do Nascimento e dos filhos Nandinho e Renivânio do Nascimento, teve início em 1994 na cidade de Serra Talhada, e desde 1999 têm o ponto fixo em Floresta com a loja. Para Nandinho, participar do projeto Bora Sertanejar é uma oportunidade de expandir o comércio digital e o marketing, além de aprender mais sobre finanças.

            

 “O projeto Bora sertanejar chegou até mim através do professor Emanuel do IF, eu concordei em participar por que eu gosto muito de cultura e eu quero aprender como divulgar mais o comércio, quero montar o Instagram da loja e o Facebook; eu quero fazer vender pela internet por que nos dias atuais se a gente não se atualizar fica para trás, e eles vão me ajudar com isso. Eles já estão planejando como vão me ajudar, a gente já começou, já sentou e conversou, e eles estão trabalhando nisso para depois a gente botar em prática. A equipe já veio duas vezes na loja, fez foto, vídeos, conversaram com meu pai, e estamos caminhando devagarzinho, mas tô gostando e achando que vamos gerar bons frutos, tanto para mim como para o projeto Bora Sertanejar, eu tô confiante que vai dar tudo certo”, afirmou o lojista.

Equipe do projeto, e Nandinho , em frente ao comércio de Raimundo Bagaceira, em Floresta-PE (Foto: Nandinho de Raimundo)

A equipe do projeto Bora Sertanejar também está com muitas expectativas, José Emanuel acredita em melhorias nas áreas de interesse em todos os empreendimentos atendidos, “em conjunto, espera-se que as melhorias em cada uma dessas áreas signifique a remodelagem dos negócios, na perspectiva de adaptação ao ambiente e com foco no aproveitamento de oportunidades. Devido ao formato do projeto, espera-se, também, a consolidação de uma articulação institucional em torno do empreendedorismo e do turismo no Sertão, e o desenvolvimento de habilidades conceituais, técnicas e interpessoais, especialmente para os alunos envolvidos”, afirmou o professor de administração.

E são 11 os alunos que atuam no projeto, dentre bolsistas e voluntários dos cursos técnicos do IFSertãoPE Campus Floresta em Informática, Agropecuária e Administração, além do curso superior em Gestão da Tecnologia da Informação, que integram a equipe de gerente e consultores. Já as equipes de orientadores técnicos e mentores é formada por Tássio Gonçalves e Sérgio Bento, professores de T.I. do IFSertãoPE; Arcanjo Neto e Kliver Lamarthine, professores das áreas de marketing e finanças da UNIVASF e profissionais especialistas nas áreas de atuação como Gabriel Fonseca, diretor-executivo da Agência Place e Hudson Soares, contador.


A Ilha de Rarrá em Petrolândia, e Catamarã, são mais dois empreendimentos atendidos pelos consultores, mentores e orientadores do Bora Sertanejar

A estudante Ester Fernandes de Souza, do 6º período do curso superior de Gestão da Tecnologia da Informação, é um dos membros da equipe atuando como consultora. Ela garante que todos os membros estão inspiradas para fazer o melhor trabalho junto aos empreendedores sertanejos “Estamos todos empolgados com o projeto, pela proposta que ele traz e porque o intuito do projeto e da equipe é ajudar as empresas da nossa região relacionado ao turismo, em áreas que são muito importante para o crescimento, evolução, e manutenção das empresas. Eu atuo como consultora e integro a equipe de Marketing e TI, porém, a minha atuação e a de todos do projeto abrange todas as áreas que ele explora, o que agrega muitíssimo a aprendizagem e os resultados porque todos acompanham o andamento do projeto de modo geral” afirmou a estudante.


Em Carnaubeira da Penha - PE, o restaurante Caminho do Agreste também passa a contar com as consultorias e planejamento estratégico oferecido pelo Bora Sertanejar

A dinâmica da consultoria ofertada aos empreendedores do Sertão de Itaparica compreende cinco etapas: contato; coleta de dados e diagnóstico; estudo e planejamento; engajamento e implantação; e  avaliação e encerramento. A realização da primeira etapa do projeto Bora Sertanejar junto aos empreendedores foi realizada em junho, quando os consultores iniciaram o processo de coleta de dados por meio de visitas presenciais aos empreendimentos atendidos.

Para o início do processo de consultoria, os consultores também tiveram a oportunidade de se capacitar por meio de Imersão em consultoria: encontros de bate-papo com as empresas júniores Gerencie Jr, Prospere Jr e Solucione Jr; encontros de formação por área de atuação: marketing, finanças e TI; encontros de mentoria, e estudos sobre consultoria organizacional.


Encontro de mentoria e formação na área de tecnologia da informação para consultores

Para Ester Fernandes a participação no projeto além de contribuir com as empresas agrega na formação acadêmica dos bolsistas, e as expectativas com o Bora Sertanejar são as melhores. “Na minha opinião todas as partes desse projeto são bastante importantes, tanto o nosso crescimento pessoal e acadêmico, quanto o trabalho que vamos desenvolver nas empresas junto a seus gestores; todas as interações com os empreendedores foram bastante produtivas e muito receptivas. Participar do Bora Sertanejar, tem sido muito bom e tem agregado muito ao meu aprendizado como aluna, no projeto podemos pôr em prática muito do que aprendemos na sala de aula, podemos entrar em contado com as empresas e perceber como isso acontece na prática, além de podermos interagir entre nós da equipe e trocar conhecimento e experiência”, afirmou a estudante.

Campus Floresta

 

  • Rua Projetada, S/N, Caetano II - N4
    CEP: 56400-000 | Floresta/PE - Brasil
  • cf.comunicacao@ifsertao-pe.edu.br
  • (87) 3877-2797 / (87) 3877-2708